Notícias Relacionadas
media

Com uma excelente apresentação em sua segunda bateria na fase classificatória do Grand Slam em Arica, o baiano Uri Valadão avançou direto às oitavas de final da etapa chilena, registrando o quarto maior somatório de todo o evento.

Em sua estreia, no último domingo, Uri chegou a passar por dentro de um canudo incrível, mas foi pego pela guilhotina ao tentar escapar ileso e acabou passando por um sufoco na rasa bancada de El Gringo.

Uri levou algumas séries na cabeça, perdeu os pés de pato e ainda levou uma pancada no ombro direito, perdendo cerca de 10 minutos até retornar ao outside para melhorar sua pontuação. Ele ainda fez uma nota 5.5, mas não conseguiu pegar uma onda mais expressiva.

Nesta segunda-feira, a história foi diferente. Uri abriu a disputa com uma nota 7.00 para a direita, ampliou vantagem com 6.25 - novamente para a direita - e fechou a bateria com chave de ouro ao arrancar 7.75 dos juízes em um lindo tubo para a esquerda.

Na abertura das oitavas de final, Uri enfrenta o perigoso chileno Matias Diaz, que não conseguiu avançar direto às oitavas, mas fez bonito na repescagem ao superar o havaiano Tanner McDaniel e o sul-africano Iain Campbell.

Uri Valadão e o niteroiense Dudu Pedra são os únicos brasileiros nas oitavas do Grand Slam em Arica. Dudu está escalado na quinta bateria e também tem um chileno pela frente: Moises Silva.

Oitavas de final


1 Uri Valadão (BRA) x Matias Diaz (CHI)
2 Alan Muñoz (CHI) x Diego Sepulveda (CHI)
3 Tanner McDaniel (HAV) x Joshua B. Kirkman (AUS)
4 Tristan Roberts (AFR) x Igor Sanchez (CAN)
5 Dudu Pedra (BRA) x Moises Silva (CHI)
6 Jared Houston (AFR) x Jeff Hubbard (HAV)
7 Pierre Louis Costes (FRA) x Maikol Pascal (CHI)
8 George Humphreys (AUS) x Amaury Lavernhe (FRA)

  • Jul 22, 2019
  • Comentários: 0
Comentários: 0

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não pode ser publicado. Campos obrigatórios são marcados*

Whatsapp
Entre em Contato
Whatsapp